Pular para o conteúdo

Dando forma à sua ideia!

Aqui é o lugar > Blog > Dicas > Dando forma à sua ideia!

PARABÉNS... você teve uma grande ideia, se convenceu de que essa ideia daria um ótimo negócio, colocou essa ideia em um papel, convenceu todos à sua volta que tinha capacidade para torna-la lucrativa...

Você já pensou que pode colocar tudo a perder, simplesmente por não formalizar isso?

 

Segundo pesquisa da revista Época Negócios, publicada em 22/08/2018 (https://epocanegocios.globo.com/Empreendedorismo/noticia/2018/08/levantamento-mostra-que-15-das-startups-brasileiras-nao-tem-nem-documentacao-de-constituicao.html), 21,31% das Startups brasileiras não possuem sequer documentação de constituição, ou seja, a empresa ainda não foi criada formalmente.

 

Essa formalidade, em um primeiro momento, não parece ser grande coisa, afinal a sua ideia é a “alma” do seu negócio, mas, no curto prazo, o empreendedor já sente o reflexo dessa informalidade.

 

Como conseguirá contratar funcionários, abrir uma conta bancária, emitir nota fiscal para seus clientes, contratar serviços e fornecedores? Enfim, tarefas simples e rotineiras que se tornam um grande problema.

 

O mesmo estudo aponta que 67,21% dos entrevistados tiveram problemas com seus sócios ou com seus parceiros de negócios, justamente por falta das formalidades e regras societárias claras entre as partes, motivo que levou ao fracasso muitas Startups, impossibilitou a realização dos sonhos de muitos empreendedores.

Mas de qual formalidade estamos falando?

Dar existência Jurídica a sua ideia, ao seu negócio. Formalizar o registro junto ao órgão competente, seja Junta Comercial ou Cartório de Registro Civil das Pessoas Jurídicas; solicitar a inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas – CNPJ junto à Secretaria da Receita Federal; realizar os registros nos órgãos de classe, solicitar todas as licenças e inscrições exigidas.

 

Inúmeras perguntas precisam ser feitas no momento da formalização.

  • Como se chamará a sua empresa?
  • Onde ela se estabelecerá?
  • Qual atividade desempenhará?
  • Quem serão seus sócios? Qual será o faturamento da empresa?
  • Qual capital necessário para desempenho das suas atividades?
  • Quais garantias necessárias?

Diante dessas respostas é que poderemos avaliar que tipo de sociedade se encaixa a sua empresa, e aí vem uma série de siglas, EI, MEI, EIRELI, LTDA, SA ....Também surge a dúvida, qual a opção tributária melhor se enquadra à sua atividade, SIMPLES, PRESUMIDO, REAL ....

 

Enfim, fiquem atentos aos próximos artigos, neles abordaremos cada um dos pontos necessários ao sucesso da sua empresa, da sua ideia.

Marco Favarin - CONSULCAMP

 

 Nota do autor:

 MARCO CÉSAR FAVARIN é Pós-Graduado em Direito Societário pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas FGV; Pós-Graduado em Gestão Estratégica de Empresas e Negócios MBA pela Metrocamp – Campinas; Graduado em Direito pela Metrocamp – Campinas; Graduado em Ciências Contábeis pela PUC – Campinas; Técnico em Contabilidade e Administração de Empresas pelo Colégio Politécnico Bento Quirino; Diploma de Mérito “Contador Frederico José Sacco” conferido pelo Conselho Regional de Contabilidade, Sócio Administrador da CONSULCAMP.

RGE Campinas
Postado por: RGE Campinas
Publicado em: 27/09/2018

A Rede Global do Empreendedorismo acredita que o Brasil pode se transformar em uma referência mundial no tema de desenvolvimento do ecossistema empreendedor. Mas, apesar de ¾ da população afirmarem que prefeririam abrir seu próprio negócio, o empreendedorismo ainda é visto como coisa de super-herói no Brasil.

Você também pode gostar destes artigos

28/11/2018

VOCÊ ABRIU A SUA EMPRESA… mas seu contador disse que você precisa optar por um regime de tributação …. poxa …. mais uma decisão que você precisa tomar, claro, com ajuda […]

22/11/2018

Andrius Henrique Sperque – Founding Team Member & Head of Technology na Youcanevent.com, empresa americana sediada na Califórnia. Youcanevent é um Marketplace Online no qual empresas podem realizar a contratação […]

23/10/2018

Criada em 2011, a Méliuz é uma startup brasileira que disponibiliza cupons de desconto de lojas online gratuitamente e devolve ao consumidor, em dinheiro, parte do valor gasto em compras. […]