Pular para o conteúdo

Os 5 mandamentos do bom empreendedor

  Empreender no Brasil é um ato de heroísmo. Por que abrir uma empresa, então? Porque encontrar uma solução para um problema, resolver aquele contratempo que você tem e que

Entrevista com o Empreendedor

 

Empreender no Brasil é um ato de heroísmo. Por que abrir uma empresa, então?

Porque encontrar uma solução para um problema, resolver aquele contratempo que você tem e que pode ajudar milhares de outras pessoas pode, sim, fazer com que você ganhe dinheiro.

O importante é agir. A fórmula mágica existe e é repetida por todos empreendedores de sucesso: além de uma ideia original é preciso ter ação, desenvolver um plano de negócio com metas e ir atrás.

A seguir descrevo as 5 palavras mantras do empreendedorismo ao meu ver.

 

1.Atitude

 

Atitude, para mim, é a palavra que mais combina com o empreendedorismo. A qualquer momento, qualquer pessoa pode parar e escrever o que deseja construir como negócio. Mas é preciso tomar o primeiro passo de colocar no papel, estruturando as ideais, esboçando custos, receitas, estimando a venda. Depois vêm as pesquisas, conversas com amigos, colegas, empreendedores e quando se dá conta, já se tem um rascunho.

 

A principal ponte entre o rascunho e a realidade é lapidar o esboço das ideias e números, para assim torná-lo um plano de negócio.  Não é preciso ter feito Administração para isso: há tutoriais, passo a passos na internet, conteúdos completamente gratuitos que auxiliam quem quer fazer acontecer.

 

2.Planejamento

 

Para empreender com sucesso é preciso ter planejamento. É preciso ter no papel quais as metas de vendas, custos, despesas e revisar diariamente este plano. Desenhar as atividades que vão fazer os negócios prosperarem é a base para alcançar o êxito.

 

Parece básico, mas a grande maioria das pessoas não imaginam nem o décimo de contas que se tem ao ser proprietária de qualquer negócio. Outro dia surpreendi um casal ao dizer que no meu negócio tenho 32 itens de despesas. As pessoas lembram somente do aluguel, conta de água, luz e telefone, nem metade dos custos com os quais todo empreendedor se depara. Impostos, salários, insumos, segurança, supermercado, papel, seguro, manutenção, são tantos itens que compõe um grande negócio. Mas bem gerenciados, juntos produzem riqueza.

 

O importante é ter controle, saber quais são os gastos do negócio para evitar os “ralos” que desperdiçam seu tempo, energia e principalmente dinheiro.

 

3.Persistência

 

Continuar ou prosseguir. Seja qual for a melhor palavra para descrever a caminhada de um empreendedor, o melhor sempre é passar por todos os sinônimos de continuar.

 

Seguirprosseguiravançarrecomeçarretomarprogredirsucederdesenrolar-sesobrevir

 

O importante é persistir. Persistir é ter a capacidade de resiliência de acordar todos os dias e descobrir maneiras de fazer o negócio acontecer, avaliar o que está funcionando e o que tem que ser melhorado, identificar onde estão seus clientes, como é possível vender mais, como melhorar o produto. É buscar olhar os negócios como as ondas do mar: tem dias bons e dias difíceis, mas o importante é que sempre tem uma onda nova por vir e é preciso saber aproveitá-la, ou melhor, domá-la.

 

Sempre que pensamos em um case de sucesso, é inevitável lembrar somente dos louros do negócio e pouco se sabe sobre a árdua caminhada. Ninguém imagina que a revista VEJA, quarta maior revista de informação semanal do mundo, demorou 10 anos para dar retorno financeiro. Foram 10 anos de espera, porém já são quase 50 anos de glória. Quem sabe que a Natura começou com uma fábrica, um Fusca e sete funcionários em São Paulo? Ou que a SAPORE império na área alimentar chegou muito perto de quebrar? O denominador comum entre estes grandes negócios foi a capacidade de seus líderes de persistir. E é claro, diversas outras ações que caminham junto no mundo do empreendedorismo, como a capacidade de se reinventar, sobre a qual vamos falar a seguir.

 

4.Se Reinventar

A inteligência de saber quando é preciso mudar é essencial para o sucesso de um negócio. É preciso avaliar periodicamente o resultado da empresa para identificar o que está funcionado e o que talvez precise ser feito de uma maneira diferente.

 

Momentos de crise são inerentes ao mundo empresarial e a saída está dentro de cada negócio, na busca por novas soluções e processos mais eficientes. É preciso renovar o ambiente da empresa: inovar as formas de fazer, lançar produtos novos, investir na produtividade e se planejar para o futuro.

 

É como foi bem colocado pelo Nizan Guanaes, dono das maiores agências publicitárias do país: “As grandes empresas brasileiras não foram criadas na bonança… Elas foram erguidas enfrentando dificuldades econômicas e políticas. E superaram essas dificuldades se reinventando, encontrando oportunidades.

Veja aqui exemplos de grandes empresas que se reinventaram para continuar no mercado.

 

 

5. Fazer Conexões

 

Tão importante quanto ter atitude, ter planejamento, persistência e se reinventar é construir boas conexões no caminho. Formar uma rede de contatos traz benefícios impagáveis para um negócio e pode contribuir para o sucesso ou fracasso de uma ideia.

 

Fazer conexões é uma arte, definitivamente. Mas é uma arte que pode ser aprendida.

 

Utilizar ferramentas como Linkedin e demais mídias sociais para divulgar seu negócio e criar novas conexões é muito importante hoje. Muitas vezes nem imaginamos, mas aquele seu amigo do primário pode ter um negócio que tem tudo a ver com o seu, aquele seu primo distante tem a informação que faltava para você prosperar. Ou seu ex-colega de trabalho pode virar seu sócio no seu futuro empreendimento, como aconteceu comigo.

 

O famoso “trocar figurinhas” sobre seu negócio com amigos e colegas pode fazer você ouvir o que ainda não havia pensado e pode descobri novas formas de fazer seu negócio acontecer.

 

Participar de palestras, eventos, conferências, webinares, falar com as pessoas, tudo pode contribuir para você encontrar aquela conexão certa para elevar ainda mais seu negócio. Mas não basta apenas participar de eventos: é preciso interagir com outras pessoas durante. Falar com as pessoas do lado, sentar em mesas e trocar cartões, fazer perguntas, se conectar com os palestrantes indo falar com eles.

 

Às vezes, a pessoa que vai conectar você a uma oportunidade pode ser encontrada nos lugares mais inesperados e, muitas vezes, você até já a conhece!

 

Raquel Cardamone - Clínica Saleve / Fokus Consultoria e Bright Consulting

Empreendedora de Oportunidade

 

Conheça outros Empreendedores

Por Juliana Ewers De empreendedor a investidor. O engenheiro de Computação – formado pela Unicamp e com MBA pela Universidade da Califórnia Berkeley, no Vale do Silício – Fábio Póvoa […]

  Eis que você já tem grande ideia.  Você identificou uma necessidade e já visualizou como essa solução pode funcionar.   Agora está na hora de testá-la. Não tem ideia […]

Mulher forte com um grandioso projeto em mãos, ela é a professora Sílvia Regina Brandalise, conhecida e reconhecida por idealizar em 1980 e liderar até hoje o Centro Infantil Doutor Domingos Boldrini, em Campinas, considerado o maior hospital especializado da América Latina na área da onco-hematologia pediátrica.